ЛОР. Височная кость. К анатомии височной кости 2.

Модальности: 

К анатомии височной кости

Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934
minOrelha1+.jpgminOrelha2+.jpgminOrelha3+.jpgminOrelha4+.jpg
Fig 1. Osso temporal esquerdo, vista lateralFig 2. Osso temporal esquerdo, vista medialFig 3. Osso temporal direito:  vista ântero-lateral da parede medial (labiríntica) Fig 4. Vista panorâmica: orelha esquerda com suas partes
    
    
minOrelha5+.jpgminOrelha6+.jpgminOrelha7+.jpgminOrelha8+.jpg
Fig 5. Membrana do tímpano direita : parede lateral, vista ântero-lateralFig 6.  Membrana do tímpano direita, detalhe do anel fibrocartilagíneoFig 7.  Membrana do tímpano direita, vista medialFig 8. Cavidade do tímpano esquerda : parede medial, vista ântero-lateral (após remoção da membrana timpânica)
    
     
minOrelha9+.jpgminOrelha10+.jpgminOrelha11+.jpgminOrelha12+.jpgminOrelha13+.jpg
Fig 9. Recesso epitimpânico e teto da cavidade do tímpano (tegmen tympani) esquerda. Vista súpero-medialFig 10. Detalhe do recesso epitimpânico esquerdo. Vista súpero-medialFig 11. Ossículos do ouvido: marteloFig 12.  BigornaFig 13. Estribo 
     
     
minOrelha14+.jpgminOrelha15++.jpgminOrelha16+.jpgminOrelha17+.jpgminOrelha18+.jpg
Fig 14.  Assoalho, orelha interna e meato acústico interno direitos - Vista medialFig 15. Orelha interna esquerda - Vista superiorFig 16. Detalhe dos canais semicirculares à esquerda - Vista superiorFig 17. Detalhe da cóclea e meato acústico interno (aberto) à direita.  - Vista superiorFig 18. Nervo facial direito e suas porções - Vista medial
     
     
minOrelha19b+.jpgminOrelha20+.jpgminOrelha21+.jpgminOrelha22+.jpgminOrelha23+.jpg
Fig 19.  Base de crânio: vista panorâmica da orelha no interior do osso temporal direito - Vista póstero-superiorFig 20. Labirinto ósseo projetado na base do crânio - Vista póstero-superiorFig 21. Labirinto ósseo direito - Vista súpero-lateralFig 22. Labirinto ósseo direito, detalhe da cóclea - Vista lateralFig 23. Labirinto ósseo direito, detalhe dos canais semicirculares - Vista medial
Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934

Fig._1Orelha1+.JPG

Orelha1++.jpg

Fig._2Orelha2+.JPG

Orelha2++.jpg
Fig 2. 
  • Canal carótico: aloja a artéria carótida interna.
  • Eminência arqueada: indica a posição do canal semicircular anterior.
  • Seio sigmóide: conduto venoso que drena o sangue do encéfalo para a veia jugular interna.

Fig._3Orelha3+.jpg

Orelha3++.jpg
Fig. 3. 
  • Eminência piramidal: contém o músculo estapédio.
  • Janela da cóclea (ou janela redonda): é póstero-inferior à janela do vestíbulo e separada dela pela parte posterior do promontório. É fechada pela membrana secundária do tímpano.
  • Janela do vestíbulo (ou janela oval): é uma abertura reniforme, póstero-superior ao promontório, que comunica a cavidade timpânica ao vestíbulo. Está ocupada pela base do estribo através do ligamento anular. A fibrose (ossificação) desse ligamento propicia uma condição clínica conhecida como otoesclerose.
  • Promontório: elevação formada pelo primeiro giro da cóclea.

Fig._4Orelha4+.jpg

Orelha4++.jpg
Fig 4. 
  • Orelha externa: constituída pelo pavilhão auricular e pelo meato acústico externo.
  • Orelha média ou cavidade timpânica: é uma cavidade estreita em forma de fenda localizada na parte petrosa do osso temporal. É constituída pela membrana do tímpano e a cadeia de ossículos (martelo, bigorna e estribo).
  • Orelha interna ou labirinto: é uma estrutura de forma irregular, constituída por um esqueleto ósseo, o labirinto ósseo, dentro do qual se encontra o labirinto membranoso.
  • Tuba auditiva: comunica a cavidade timpânica com a nasofaringe. Está dividida em duas porções: uma porção curta óssea e uma porção maior cartilaginosa. A tuba é mais ampla na sua extremidade faríngea e mais estreita na junção das porções óssea e cartilaginosa.

Fig._5Orelha5+.jpg

Orelha5++.jpg
Fig 5.
  • Umbigo da membrana do tímpano: corresponde à inserção do manúbrio do martelo na porção central da face interna da membrana do tímpano.

Fig._6Orelha6+.jpg

Orelha6++.jpg
Fig 6. 
  • Anel fibrocartilagíneo: espessamento da circunferência da membrana do tímpano, que se fixa no sulco timpânico.
  • Umbigo da membrana do tímpano: corresponde à inserção do manúbrio do martelo na porção central da face interna da membrana do tímpano.

Fig._7Orelha7+.jpg

Orelha7++.jpg
Fig 7 
  • Nervo corda do tímpano: ramo do nervo facial, contém fibras aferentes viscerais especiais relacionadas à gustação e fibras parassimpáticas pré-ganglionares do nervo intermédio para o gânglio submandibular.
  • Umbigo da membrana do tímpano: corresponde à inserção do manúbrio do martelo na porção central da face interna da membrana do tímpano.
Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934
Orelha8+.jpg

Orelha8++.jpg
Fig 8. 
  • Articulação incudo-estapedial: articulação sinovial entre o ramo longo da bigorna e a cabeça do estribo.
  • Eminência piramidal: contém o músculo estapédio.
  • Músculo estapédio:  insere-se no estribo e é inervado pelo nervo facial.
  • Músculo tensor do tímpano: insere-se no manúbrio do martelo e é inervado pela divisão mandibular do nervo trigêmeo.
  • Nervo corda do tímpano: ramo do nervo facial, contém fibras aferentes viscerais especiais relacionadas à gustação e fibras parassimpáticas pré-ganglionares do nervo intermédio para o gânglio submandibular.
  • Óstio timpânico da tuba auditiva: comunica a cavidade timpânica com a nasofaringe. 
  • Promontório: elevação formada pelo primeiro giro da cóclea.

Fig._9Orelha9+.jpg

Orelha9++.jpg
Figs 9, 10. 
  • Articulação incudo-malear: articulação sinovial entre o corpo da bigorna e a cabeça do martelo.
  • Nervo corda do tímpano: ramo do nervo facial, contém fibras aferentes viscerais especiais relacionadas à gustação e fibras parassimpáticas pré-ganglionares do nervo intermédio para o gânglio submandibular.
  • Recesso epitimpânico: porção da cavidade timpânica situada acima da membrana timpânica; contém o corpo da bigorna e a cabeça do martelo. O recesso epitimpânico está em comunicação com o antro mastóideo, cavidade septada do processo mastóide, através de uma abertura, o ádito.

Fig._10Orelha10+.jpg

Orelha10++.jpg

Fig._11Orelha11+.jpg

Orelha11++.jpg
Fig 11. 
  • Martelo: é constituído por uma longa projeção, o manúbrio, que está inserido na membrana timpânica.  No outro extremo, uma porção mais espessa, a cabeça,  articula-se com o corpo da bigorna.

Fig._12Orelha12+.jpg

Orelha12++.jpg
Fig 12.
  • Bigorna: possui um corpo que se articula com o martelo, e uma longa projeção, o ramo longo, que se articula com o estribo.

Fig._13Orelha13+.jpg

Orelha13++.jpg
Fig 13. 
  • Estribo: cujo nome já fornece a idéia da sua forma, articula-se com a bigorna, enquanto que sua base está adaptada à janela do vestíbulo (ou oval).
Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934
Orelha14+.jpg

Orelha14++.jpg
Fig 14.
  • Canais semicirculares: canais do labirinto ósseo (anterior, posterior e lateral). O canal semicircular anterior se dispõe transversalmente em relação ao eixo longo da parte petrosa do temporal; o canal semicircular posterior se dispõe quase paralelo a este eixo; o canal semicircular lateral se dispõe horizontal e lateralmente. Dentro do molde ósseo, encontram-se as correspondentes estruturas membranosas (ductos semicirculares), ocupadas por endolinfa e rodeadas por perilinfa.
  • Seio sigmóide: conduto venoso que drena o sangue do encéfalo para a veia jugular interna. 

Fig._15Orelha15++.jpg

Orelha15+++.jpg
Figs 15, 16. 
  • Canais semicirculares: canais do labirinto ósseo (anterior, posterior e lateral). O canal semicircular anterior se dispõe transversalmente em relação ao eixo longo da parte petrosa do temporal; o canal semicircular posterior se dispõe quase paralelo a este eixo; o canal semicircular lateral se dispõe horizontal e lateralmente. Dentro do molde ósseo, encontram-se as correspondentes estruturas membranosas (ductos semicirculares), ocupadas por endolinfa e rodeadas por perilinfa.
  • Cóclea: é um tubo do labirinto ósseo anterior enrolado em espiral (formato de caracol), que contém o órgão da audição (órgão de Corti).

Fig._16Orelha16+.jpg

Orelha16++.jpg

Fig._17Orelha17+.jpg

Orelha17++.jpg
Fig 17. 
  • Nervo petroso maior: ramo do nervo facial que contém fibras sensitivas e parassimpáticas.
  • Rampa vestibular e rampa timpânica: separadas de forma incompleta por uma espiral óssea (lâmina espiral óssea). A cóclea dá duas voltas e meia em torno de uma coluna oca central, o modíolo, que contém o gânglio espiral da parte coclear do nervo vestíbulo-coclear. As duas rampas só se comunicam na extremidade da cóclea, o helicotrema. No interior da cóclea, encontra-se o órgão específico da audição, o órgão de Corti.

Fig._18Orelha18+.jpg

Orelha18++.jpg
Fig 18. 
  • Anel fibrocartilagíneo: espessamento da circunferência da membrana do tímpano, que se fixa no sulco timpânico. 
  • Janela da cóclea (ou janela redonda): é póstero-inferior à janela do vestíbulo e separada dela pela parte posterior do promontório. É fechada pela membrana secundária do tímpano.
  • Músculo estapédio: insere-se no estribo e é inervado pelo nervo facial.
  • Promontório: elevação formada pelo primeiro giro da cóclea.
Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934
Fig._19Orelha19+.jpg
Orelha19b+.jpg

Orelha19++.jpg
Fig. 19.  Posição das partes da orelha e do labirinto ósseo direito no crânio (vista póstero-superior).
  • Orelha externa: meato acústico externo.
  • Orelha média: cavidade timpânica, tuba auditiva (parede anterior) e antro mastóideo (parede posterior).
  • Orelha interna: cóclea e canais semicirculares.

Fig._20Orelha20+.jpg

Orelha20++.jpg
Fig 20. 
  • Canal carótico: aloja a artéria carótida interna.
  • Canais semicirculares: canais do labirinto ósseo (anterior, posterior e lateral). O canal semicircular anterior se dispõe transversalmente em relação ao eixo longo da parte petrosa do temporal; o canal semicircular posterior se dispõe quase paralelo ao mesmo eixo; o canal semicircular lateral se dispõe horizontal e lateralmente. Dentro do molde ósseo, encontram-se as correspondentes estruturas membranosas (ductos semicirculares), ocupadas por endolinfa e rodeadas por perilinfa.
  • Cóclea: é um tubo do labirinto ósseo anterior enrolado em espiral (formato de caracol), que contém o órgão da audição (órgão de Corti).

Fig._21Orelha21+.jpg

Orelha21++.jpg
Figs 21, 22, 23. 
  • Canais semicirculares: canais do labirinto ósseo (anterior, posterior e lateral). O canal semicircular anterior se dispõe transversalmente em relação ao eixo longo da parte petrosa do temporal; o canal semicircular posterior se dispõe quase paralelo ao mesmo eixo; o canal semicircular lateral se dispõe horizontal e lateralmente. Dentro do molde ósseo, encontram-se as correspondentes estruturas membranosas (ductos semicirculares), ocupadas por endolinfa e rodeadas por perilinfa.
  • Cóclea: é um tubo do labirinto ósseo anterior enrolado em espiral (formato de caracol), que contém o órgão da audição (órgão de Corti).

Fig._22Orelha22+.jpg

Orelha22++.jpg

Fig._23Orelha23+.jpg

Orelha23++.jpg
Катенёв Валентин Львович аватар
Не на сайте
Был на сайте: 4 месяцев 3 недели назад
Зарегистрирован: 22.03.2008 - 22:15
Публикации: 54934